domingo, 8 de maio de 2011

Dom Casmurro e os Discos Voadores

(Obra "Dom Casmurro e os Discos Voadores; por Machado de Assis e Lúcio Manfredi; Editora Lua de Papel; Capa: Retina 78)

Estava muito curioso para ler esse livro. Por outro lado, tinha lá minhas dúvidas se a obra seria do meu agrado. Preocupava-me bastante a questão da originalidade. Eu achava que o livro poderia me parecer pouco criativo e muito pretensioso, por ter se baseado numa obra considerada por muitos o maior clássico da literatura nacional.

Felizmente, eu estava enganado. Dom Casmurro e os Discos Voadores é um livro escrito com a sagacidade de Capitu. Tem um ritmo célere, ágil, que cativa e quase não permite uma mera interrupção da leitura. O romance original ganhou elementos novos, relacionados ao universo fantástico. A narrativa é bem menos densa que no clássico machadiano, mas consegue ser leve sem sucumbir à superficialidade.

A obra foi catalogada como ficção juvenil, mas me parece que pode ser vista,
lato sensu, como ficção científica. De qualquer maneira, é diversão garantida não apenas para os mais jovens, mas também para o leitor adulto.

Tomando por empréstimo os superlativos do agregado José Dias, digo que Dom Casmurro e os Discos Voadores é “recomendadíssimo” para quem busca uma leitura rápida e interessante. Machado (que talvez não fosse humano!) certamente aprovaria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário